Efésios 2:19
“Vocês são membros da Família de Deus”

A Igreja é uma família
Deus nos criou para sermos sua família. Esta família é a Sua Igreja espalhada por toda a terra. Assim como em uma grande família em que os filhos formam novos lares, de diferentes tamanhos, alguns com mais filhos do que outros, e cada acaba assumindo o seu próprio estilo de ser; assim também na Igreja, espalhada por toda a terra, somos todos parte da mesma família, ainda que temos diferentes estilos e tamanho. Neste sentido, a Comunidade Carisma é uma família dentro de outra maior, que é a Igreja do Senhor.

A Comunidade Carisma
Esta parte da Igreja do Senhor, tem também o seu próprio estilo e maneira de ser. Somos um povo organizado, temos uma visão clara de para onde estamos indo, e temos muitos desafios pela nossa frente.

Nossa História
Tendo seu início com apenas 35 pessoas, a Comunidade Carisma, em 16 anos, mudou oito vezes o seu local de reuniões para comportar o seu crescimento, sendo 4 vezes apenas em seu primeiro ano. Hoje, temos uma freqüência de, aproximadamente 3.000 pessoas e ocupamos uma propriedade de 8.500 m2.

O que cremos
Cremos em Deus, que se revelou a nós na pessoa de seu Filho Jesus. Este, nos resgatou para Deus através de Sua vida, morte e ressurreição, e assim nos constituiu família de Deus. Como Sua Família vamos orientar nossas vidas segundo o modelo de caráter, ensino e relacionamento com Deus que aprendemos com o exemplo de Jesus.

Nossa estrutura
Procuramos manter a nossa estrutura o mais simples e funcional possível. Para isto, temos a Rede de Relacionamentos e a Rede de Ministérios. A Rede de Relacionamentos funciona através dos vínculos de amizades entre os irmãos de nossa Comunidade. Para facilitar isto, temos encontros que chamamos de Grupos Pequenos. A Rede de Ministérios visa fornecer aos irmãos serviço e edificação.

Nosso Estilo
Para fins didáticos vamos encaixar tudo aquilo que é a nossa maneira de praticar o cristianismo no relato bíblico de Atos 2:42-47.

Eles se dedicavam ao ensino dos apóstolos e à comunhão, ao partir do pão e às orações. Todos estavam cheios de temor, e muitas maravilhas e sinais eram feitos por meio dos apóstolos. Todos os que criam estavam juntos e tinham tudo em comum. Vendendo suas propriedades e bens, distribuíam a cada um conforme a sua necessidade. Todos os dias, continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em suas casas, e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração, louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava todos os dias os que iam sendo salvos.

Alguns princípios de nossa Comunidade:

1. Ser uma Comunidade onde não exista tensão e distância entre a liderança e o povo. Queremos juntos ser uma grande equipe, usando os mais diversos dons, e desejosos de fazer coisas grandes para Deus.

2. Ser uma Comunidade de gente saudável, onde as famílias são fortes, e que todos levem uma vida íntegra.

3. Para nós, Igreja é gente, e gente que vive em comunhão, desenvolvendo amizades e relacionamentos significativos.

4. Ser um povo humilde e dependente de Deus, recorrendo sempre à oração, desenvolvendo assim uma melhor comunhão com Deus.

5. Amar a Deus de tal maneira, que sejamos levados a detestar o pecado e tudo aquilo que nos afasta da comunhão com Deus.

6. Ser uma comunidade terapêutica, de gente acolhedora, onde os feridos de alma são curados, os cativos e oprimidos são livres, os enfermos e doentes são sarados pelo poder curador da Palavra do nosso Deus.

7. Ser um povo generoso.

8. Ser uma comunidade de adoradores.

9. Ser uma comunidade de gente simpática, que fala de Jesus e da obra da Cruz com seu estilo de vida, em toda oportunidade.

Alguns valores de nossa Comunidade:

O desafio de Viver os valores do coração de Deus. O que é valioso para Deus, também deve ser para nós. Precisamos nos tornar um modelo de tudo o que cremos.

2. O Serviço. Servir deve ser a nossa grande marca. Servir bem a Deus e às pessoas.

3. A otimização. Deus merece o nosso melhor. Nossos irmãos também.

4. A autenticidade. Viver uma vida de Integridade. Não queremos gente sem transparência e querendo impressionar os outros. Não vamos ocultar nossos defeitos ou nossas fraquezas. Vamos ser normais, autênticos.

5. A Informalidade. Não somos de pompa e circunstancia. Tratamos um ao outro pelo nome e não pelo titulo, mesmo os títulos dados na igreja, como pastor, presbítero, diácono, etc.. Entendemos que pastor, apóstolo, profeta, mestre, evangelista, presbítero ou diácono são funções dadas a alguns membros do Corpo de Cristo e não títulos pelos quais devam ser chamados.

6. Valorizamos os dons da graça de Deus na vida de nossos irmãos. Queremos valorizar os dons de Deus na vida de nossos irmãos mais do que seus defeitos. Os defeitos e fraquezas (coisas em que simplesmente não somos bons) de nossos irmãos devem se tornar irrelevantes diante da grandeza dos dons de Deus. Por isso, valorizamos os elogios às pessoas ao invés das críticas, onde podemos ajudar o outro a se afirmar e se ver de uma maneira melhor. Isto implica também em respeitar as diferenças. Não estamos em competição com ninguém aqui. Podemos ter diferenças sem ter divisão.

7. O aprendizado. Precisamos estar sempre nos aprimorando. Precisamos sempre descobrir pessoas que estão fazendo coisas melhores do que nós e aprendermos com elas.

8. Valorizamos trabalhar em equipe. Dependemos uns dos outros. A base para desenvolvermos bem o nosso ministério é procurarmos manter sempre uma forte amizade.

9. A liberdade e flexibilidade. Assim como o ideal, segundo a parábola contada por Jesus, é colocar vinho novo em odres novos, assim também procuramos estar sempre acompanhando as mudanças que são necessárias em nossa estrutura. Estamos sempre nos modificando para melhorar.

10. O bom humor. Humor, Húmus e Humildade vem da mesma raiz. Igreja pra nós deve ser algo gostoso e prazeroso. Esta mesma atitude para com a vida deve acompanhar o nosso dia-a-dia no trabalho, nos relacionamentos, nos cultos, etc.

11. O crescimento. Plantas foram feitas para crescer, humanos foram feitos para crescer, entendemos também que a igreja foi feita para crescer. Valorizamos o crescimento pessoal e também coletivo da igreja.

12. O compromisso. A liderança deve ser o modelo de Deus para nossos irmãos no quesito compromisso. O compromisso é sinal de maturidade. Precisamos desenvolvê-lo em nossa vida devocional, nos dízimos e nas ofertas, numa vida moral exemplar, nos deveres de ministério ou trabalho, nos horários, nas contas a pagar, em tudo.

Ao abrirmos nossas vidas para o Senhor Jesus, nos abrimos também para o imitarmos e sermos como Ele. Viver como Ele viveu e andar como Ele andou, nos nossos dias, no nosso estilo próprio e pessoal, sendo a pessoa que Deus nos planejou para ser. A Igreja passa a ser um resultado de tudo isso.

Endereço:
Rua São Bento, 270 - Quitaúna - Osasco / SP
Cep. 06186-140 - Tel. 11 3695-8854
Culto domingo ás 10hs e 18:00 hs

As imagens, vídeos, áudios e ideias contidas nesse portal estão sob uma Licença da Carisma.
Você pode publicar e alterar, mas deve citar autoria.